Reta final da Jornada no aquitemdiversao.com

o Portal Aqui tem diversão noticia a Jornada

RETA FINAL DA JORNADA

 

 

 

 

 

Fonte: http://www.aquitemdiversao.com/reta-final-da-jornada/

A II Jornada Literária do DF chega na reta final. Mais de 11 mil pessoas, entre alunos e professores, já foram atendidas no evento

A segunda Jornada Literária do DF chega à reta final de suas atividades com encontros nas Regiões Administrativas de Santa Maria e do Gama, sendo: No dia 20, encontros de estudantes com os escritores João Bosco Bezerra Bonfim e Tino Freitas no Centro de Ensino fundamental Sargento Lima, localizado na zona rural de Santa Maria, e, no dia 21, com o escritor André Giusti no CEMI do Gama.

Mais de 11 mil pessoas, entre alunos e professores, já foram atendidas pela Jornada Literária. Segundo João Bosco Bezerra Bomfim, que também é curador da Jornada, “Nos encontros com os alunos, em ambientes menores do que o do Teatro Sesc Paulo Gracindo, conseguimos atender a quase todos os presentes, com respostas às suas curiosidades”.

O sucesso da Jornada Literária, no entanto, não está exatamente nos números, e sim no espírito da comunidade escolar em relação à literatura e aos livros. João Bosco Bezerra Bonfim diz que as conversas com os escritores têm se estendido além do horário programado, tal é o interesse dos participantes. “Para nós, da curadoria e para os autores, esse ‘ir aonde o leitor está’ é um ato de reencantamento.

Muitos escritores estão acostumados a grupos seletos, de iguais, de outros escritores; ou de pessoas já habituadas a saraus e lançamentos. Mas nos encontros nas escolas, não; isso é uma novidade. Tanto para quem nos recebe quanto para os que vão lá”, conta, feliz, o curador do evento.

O efeito junto aos diretores das escolas também tem sido positivo. De acordo com o curador, eles estão pedindo outras atividades e deslocando professores para organizá-las. Destacando o papel do Fundo de Apoio à Cultura (FAC) e a contribuição do SESC-DF, cita dois exemplos de ações que já são frutos da Jornada. Uma delas foi na Escola Classe 03, no Gama. “Montaram salas temáticas com dois livros – O Rouxinol em Cordel (de João Bosco, com ilustrações de Laerte Silvino, Ed. DCL, 2015) e O Paradeiro do Padeiro, de Marco Miranda (Ed. Elementar, 2010) – juntaram chapéu-de-couro nordestino com chapéu cônico chinês; fizeram padarias e pães e tortas e roscas de verdade para distribuir entre os participantes; fizeram leituras dramatizadas.

E o mais bonito: trouxeram as famílias”, lembra. “Em outra escola, o Centro de Ensino Infantil 1, também do Gama, os alunos adotaram dois livros do Ivan Zigg, um deles em parceria com Tino Freitas, e transformaram o colégio nos livros: quadros, músicas, maquetes, dramatizações” explica o curador.

A Jornada realizou:
13 oficinas de Mediação de Leitura para professores, beneficiando 463 professores do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos;
07 oficinas de produção de texto literário para estudantes, beneficiando 440 alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio
Encontros de escritores com leitores realizados nas escolas: 18 encontros, beneficiando: 2.300 alunos
Programação no Teatro Sesc Paulo Gracindo: 40 itens de programação. Beneficiando mais de 8.000
Atividades para professores: 02 Oficinas de leitura literária: beneficiando 200 professores.
Total de beneficiados diretamente: 11.403 pessoas, entre estudantes e professores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *