#

Minas é mais que um retrato na parede

Wilson Pereira vem à Jornada, não apenas para lembrar-se de Minas Gerais e suas pedras. Mas para celebrar, no Distrito Federal, sua já extensa carreira, em que se tem dedicado não apenas à arte da poesia, mas também ao ensino e à administração pública.

Wilson Pereira é poeta, contista, cronista, ensaísta e autor de livros infantis e juvenis, com cerca de 17 publicações. Mineiro de Coromandel e irmão do também escritor Clênio Pereira, Wilson é morador da capital desde a década de 1970, quando iniciou suas produções literárias com o livro de poemas Escavações no Tempo.

Recentemente, publicou a antologia A Pedra de Minas - Poemas Gerais, que reúne poesias de três livros já editados. O escritor tem alguns de seus poemas traduzidos na Coreia do Sul, Argentina e México, e certas produções já foram parar em livros didáticos.

Sobre a sensibilidade do poeta, Antônio Miranda, escritor brasiliense, destaca: “Wilson bem poderia ser considerado o poeta do Eu, por flagrar-se em múltiplas vertentes, por desdobrar-se infinitamente”. Durante a 1ª Jornada Literária do DF, Wilson Pereira fará uma apresentação junto com o organizador do evento, João Bosco Bezerra Bonfim, na quarta-feira, 13 de julho, às 19h40.


12 a 16 de julho de 2016

No Centro de Cultura e Desenvolvimento do Paranoá


logos Apresentação
logos-rodapeApoio:Apresentação: